sábado, 25 de janeiro de 2014

Estragão


Também conhecido como 
Artemisia dracunculus


O Estragão é uma herbácea perene (dura vários anos), de folhas pequenas e estreitas. É muito raro ver-se o estragão em flor, mas pode ter umas pequenas flores amarelas que formam um cacho. 

Origem
O Estragão é originário da Ásia Central e Sul da Ásia. Hoje, esta planta cresce em toda a Europa.

O Estragão na Cozinha:
Aplicações Culinárias:


O sabor da folha do Estragão é adocicado e ao mesmo tempo levemente picante, com sabor similar ao Anis. Dá um toque inconfundível a saladas, pratos de peixe e de carne, molhos, azeites e vinagres. É usado para condimentar sopas, molhos, recheios, pratos de peixe, pratos de aves, carne de bovino assado e bifes. Acrescenta um ótimo sabor a omeletes, espargos, caranguejo, ovos cozidos e queijo cottage.

Outras Aplicações:

O Estragão estimula o apetite e acelera a digestão.
Tem um efeito diurético e anti-aterosclerótica.
Cuidados de Cultivo do Estragão

Necessita de um local com boa luminosidade, mas deve ser protegido do frio (não suporta geadas) e do calor excessivo. Deve regá-lo quando a terra estiver seca, sem encharcar, de preferência no início da manhã ou no final da tarde. Também pode ser cultivado em vasos dentro de casa, preferencialmente no Inverno. Dá-se todo o ano.
O estragão é considerado uma planta “companheira”, pois o seu aroma mantém afastadas muitas pragas de jardim.

Temperatura aconselhável para esta Planta:
Entre 7°C e os 23°C.

Fonte: http://www.aromaticasvivas.com/pt/ervas-aromaticas-vivas/estragao.aspx